Firme em três disputas, Roberto Fernandes revela “luta por sobrevivência”

Técnico lembra que meta é voltar à Série B, mas entende que resultados positivos foram vitais para continuar à frente do plano principal do Alvirrubro

Náutico segue firme em três competições – Copa do Brasil, Campeonato Pernambucano e Copa do Nordeste. E, se continua sem uma taça para coroar o bom primeiro semestre, a fase positiva ratifica a continuidade do técnico Roberto Fernandes à frente da real intenção do Timbu, este ano: voltar à Série B do Campeonato Brasileiro. Ao se classificar para a final do Estadual 2018, contra o Central, no último domingo, o técnico Roberto Fernandes revelou ter lutado pela sobrevivência o tempo todo, até aqui.

Torcedor do Alvirrubro assumido e com passagens positivas pelo clube, Roberto Fernandes não tinha garantias de permanência ao continuar no cargo – afinal, no Brasil, o ideial é vencer sempre. Bem ao estilo do futebol brasileiro, correu atrás dos resultados para sedimentar a trajetória do Timbu na temporada. Apesar da confiança numa recuperação rápida, sabia que teria uma decisão em cada confronto.

Roberto Fernandes conseguiu dar liga ao Náutico em pouco tempo (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

Roberto Fernandes conseguiu dar liga ao Náutico em pouco tempo (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

– Era uma questão de sobrevivência. É muito difícil um treinador que cai com um time ser mantido para a próxima temporada. Lembro de Ney Franco, no Coritiba, e de outra meia dúzia. Acho que Enderson Moreira também. Contamos nos dedos da mão.

Na final do Pernambucano, depois de 14 anos na fila – com encontros já marcados contra o Central, nos dias 1º e oito de abril -, Roberto ganhou a tranquilidade necessária para seguir o plano de deixar para trás mais uma passagem pela Terceirona. Com a possibilidade extra de voltar a ser campeão do Estadual.

– Esperava a recuperação. Porque, se não fosse assim, estaria em uma situação complicada. O trabalho feito por nós, se você perguntar para o presidente e para todo mundo, eles vão dizer que o principal objetivo é voltar para a Série B. Mas a gente precisava começar a temporada dessa forma. Era assim que tinha de ser