Central da decisão: tudo o que você precisa saber sobre CSA x CRB

Azulão e Galo disputam as finais do Alagoano nos próximos dois domingos

CRB e CSA fazem a partir do próximo domingo a quarta decisão de estadual entre eles dos últimos dez anos. O Galo venceu três vezes e joga pelo tetracampeonato alagoano em 2018. O torcedor gosta de repetir esses números.

O CSA bateu na trave nas duas edições anteriores da competição, mas ganhou muita moral com a conquista da Série C em 2017. Não tem azulino que são se orgulhe da estrela dourada costurada na camisa. Por isso, o clube disputa hoje a mesma divisão nacional do rival e tem ainda um investimento parecido. Isso ajuda a equilibrar o clássico.

O CRB fez melhor campanha no campeonato deste ano (oito vitórias, um empate e uma derrota) e vai ser mandante na finalíssima, marcada para o dia 8 de abril. Mas a vantagem acaba aí. Os dois jogos serão disputados no Rei Pelé, às 16h, em dois domingos, e se houver empate na soma dos resultados, o novo campeão será conhecido nos pênaltis. Também não há gol qualificado fora de casa nesta decisão.

 (Foto: infoesporte) (Foto: infoesporte)

(Foto: infoesporte)

A diretoria do CRB informou que combinou com os dirigentes do CSA que as finais do campeonato terão arbitragem de fora. As despesas com o quarteto vão ser, inclusive, dividida entre os clubes.

Técnico do CSA, Marcelo Cabo está ainda buscando a formação que considera ideal. O time evoluiu do primeiro para o segundo jogo da semifinal contra o ASA e a base vai ser mantida para as finais. O volante Boquita está melhor fisicamente, fez o gol da classificação para a decisão e deve ganhar a posição no meio-campo.

Quem ainda é dúvida é o atacante Michel, com uma lesão no tornozelo. Vai intensificar o tratamento no departamento médico nesta semana para ser liberado. A formação não deve fugir de: Cajuru; John Lennon, Xandão, Leandro Souza e Rafinha; Yuri, Boquita, Didira e Daniel Costa; Echeverría e Josimar (Michel).

O atacante Taiberson estreou no último sábado e corre em busca de ritmo para disputar as finais. Marcelo considera o jogador uma boa opção para aumentar o poder ofensivo da equipe.

“A partir desta segunda-feira é já pensar no final. O CSA chega forte pra essa decisão – Marcelo Cabo

Técnico do CRB, Mazola Júnior ainda precisa se concentrar no jogo contra o Treze na próxima quarta, pelo Nordestão, mas tem também um desenho para o clássico. Montou a base titular nos últimos meses e vai contar no domingo com o retorno do meia Leílson, que cumpriu suspensão na vitória sobre o Coruripe, na semifinal, por 2 a 0. Ele deve ser titular contra o CSA e, assim, o meia Rafael Bastos volta para o banco.

A escalação para o clássico de domingo deve ter: João Carlos; Ayrton, Flávio Boaventura, Anderson Conceição e Diego; Feijão, Juliano, Edson Ratinho e Leílson; Willians Santana e Neto Baiano.

Acho que o mais importante foi que chegamos a uma final, uma decisão de campeonato, acho que a melhor equipe do campeonato até o momento, apenas uma derrota, melhor ataque, melhor defesa e, tanto nós como o CSA, somos merecedores da final porque foram as melhores equipes do campeonato – Mazola Jr.

Último jogo

Os rivais se enfrentaram pela última vez no dia 4 de março, pelo estadual. O CRB venceu por 1 a 0, gol marcado pelo atacante Juninho Potiguar. O resultado terminou definindo a posição dos dois times na fase de classificação. O Galo terminou em primeiro, com 19 pontos, e o Azulão foi o segundo colocado, com 17.